quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Suprema Ordem


A banda Suprema Ordem teve origem no verão de 2008, em Pelotas Rio Grande do Sul.
A união de músicos com o propósito de compôr Reggae e a vontade de mostrar o trabalho próprio é a energia que move a nova representante do Reggae gaúcho. Com influências que vão desde o Reggae Roots, DUB, passando por elementos de Rock e MPB, a Suprema Ordem apresenta seu som:

Anderson Neves - Vocal, Guitarras, Teclado
André Brum - Guitarras, Violões
Franco Knuth - Bateria, backing vocal
Geovani Correa - Baixo, backing vocal, efeitos

Ouça e baixe aqui:
www.supremaordem.palcomp3.com.br

Produção independente: por Suprema Ordem
A música "Produtos da Vida" é da autoria de Anderson Neves e conta com a participação de Juan Carlos Acosta tocando Escaleta.

Contatos:
Anderson Neves: 0xx53 916 778 37
Franco Knuth: 0xx53 914 779 37

sábado, 17 de maio de 2008

Sensimilla Dub


A banda de reggae paulista SENSIMILLA DUB, finalmente,esta lançando seu novo CD Na Vibe, gravado, mixado e masterizado no Estúdio Vibe (SP) e produzido pelo renomado produtor Coto Guarino que tem em seu currículo trabalhos feitos para artistas como:Rita Lee, Capital Inicial, Zizi Possi, CPM 22 entre outros!
A banda, que foi formada em 2000 em tem em seu currículo fatos como: ter sido banda de apoio de Andrew Tosh, filho do renomado cantor jamaicano Peter Tosh em 2003, a inclusa da banda nos principais festivais de reggae de São Paulo e mais o reconhecimento da banda em praticamente toda a cena reggae mundial, que teve matérias em revistas como:TheBeat (USA), Rasta Snob (Italia), Armaggeddon Times (Suécia) entre outras e mais a inclusão de músicas da banda nos charts de rádios do mundo todo, deram uma força maior para que a banda tivesse condições de crescer, mas com a ajuda de profissionais, que aconteceu através da contratação da banda pela Branco Produções em conjunto com a Vip Show Business! O reggae diferente criado pelo Sensimilla Dub e que se tornou característico da banda, mostra as diversas influencias da banda, que vai de Steel Pulse, Bob Marley, Black Uhuru, Israel Vibration, passando pela influencia natural de Rock de bandas como: Black Sabbath, Led Zeppelin, The Clash, etc. Que adicionados uma pitada de Dub jamaicano, mostrou agradar ao público, que correspondeu lotando os shows da banda e o grande número de vendas do último CD “Dois por Um” (2003)! Tudo isso mais a experiência dos anos de estrada, pode ser sentido no CD Na Vibe, onde a banda conseguiu passar toda a sua energia em musicas como “Terra Mãe”, “Fernando de Noronha” ou a música com letra em Inglês: “When the warmasters bleed”, sendo o lado pesado sentido na musica F.D.P.(Filhos da Pátria) que conta também com a participação de grandes nomes do Rock pesado do Brasil como: Redson (Cólera), Cannibal (Devotos), Pompeu (Korzus) e mais Jonny MC (vocalista do grupo de Rap Possemente Zulu, junto com Rappin Hood) e que mostrou com exatidão a característica do som do SENSIMILLA DUB!
Músicas como “De bem com a Vida” ou “Não Fique na Rabeira”


Sensimilla Dub - Dois por Um
http://rapidshare.com/files/26418022/Sensimilla_Dub_-_Dois_Por_Um.zip...


Na Vibe
http://rapidshare.com/files/84778671/Na_Vibe.rar.html

Nação Regueira


Formada em Fortaleza no ano de 1995 com o objetivo de tocar um reggae de qualidade fazendo fusões com outros ritmos musicais que é a característica da banda. A Banda conta com um forte arsenal de shows em seu arquivo, tocando ao lado dos maiores nomes do Reggae e Rock nacional, participando de grandes festivais no país, entre eles: Ceará Music (CE), Tributos a Bob Marley e Peter Tosh (SP), Circuito Nacional de Reggae (ES), entre outros." O Reggae da Paz" é o primeiro CD da banda, albúm independente gravado no Ceará, disco que indiscutivelmente serviu como principal meio de divulgação para inclusão da banda no cenário do reggae nacional, contando com a participação especial de Fauzi Beydoun (vocalista da banda Tribo de Jah) nas faixas "Canção ao Mar" e "Há Algum Lugar".Com canções próprias que marcaram a carreira da banda, dentre elas: "No balanço do reggae", "Jamaica brasileira", "Canção ao Mar", entre outras.

Nação Regueira - O Reggae da Paz (1999)
http://rapidshare.com/files/34565943/Reggae_da_Paz__reggaebrazuka.blogspot.com_.rar.html

Expressão Regueira


Banda paulistana que faz música com atitude e mistura o groove do reggae com tendências atuais e elementos tipicamente brasileiros. Mesmo estando no underground vem dando o que falar, abrindo shows de Alpha Blondy, The Gladiators, Pato Banton, Cidade Negra, O Rappa, Planta e Raiz, Gregory Isaacs entre outros. Já lançaram um CD independente – Por um Mundo Melhor – que vendeu aproximadamente 11 mil cópias e agora seu novo trabalho – RESISTÊNCIA – Poderá ser conferido. A partir de temas sociais Mastiga (vocal), Camila (vocal), Pépe (Guitarra base), Cabral (Guitarra Solo), Arthur (Teclados), Renato (Baixo), Sérgio (Bateria) e Manuel (Percussão), cuja a união se deu no final dos anos 90, mostraram ousadia e criatividade num som atual, dançante e consciente. Hoje, quase 5 anos depois de suas primeiras composições, com o pé na estrada e uma produção original, suas apresentações tem conquistado um publico variado.

Expressão Regueira - Por um Mundo Melhor
http://rapidshare.com/files/26846995/Express_o_Regueira_-_Por_um_mundo_melhor__reggaebrazuka.blogspot.com_.rar

EXPRESSÃO REGUEIRA-RESISTÊNCIA
http://rapidshare.com/files/27277437/Express_o_Regueira_-_Resist_ncia.rar

Expressão regueira - Lezado
http://rapidshare.com/files/82696893/lezado.rar.html

Nengo Vieira



NENGO VIEIRA nasceu em Cachoeira, cidade histórica do interior da Bahia, às margens do Rio Paraguassú, onde desembarcaram, por volta de 1600, representantes de dezenas de diferentes povos africanos, e por ali também passaram, no mesmo período, centenas de povos indígenas, nômades, obrigados a trabalhar no cultivo da cana, e mais: o português colonizador, o espanhol, o francês e eventualmente o inglês, cada um com suas influências, diversidade de preferências estéticas dando novas formas ao ambiente cultural. Era o início de toda colonização do País. Rica nas imagens de sua cultura histórica, rica nas influências originais de sua música, que por gerações e gerações, de pai pra filho, do bandolim arguto de seu Deraldo, que reunia a família e os vizinhos em inesquecíveis saraus, para o violão do menino Nengo, que tinha apenas 8 anos de idade e já vivia em meio a toda essa efervescente riqueza cosmopolita da pequena cidade do recôncavo baiano, em contra-partida a paz, a pureza, o encanto do original de suas ruas seiscentistas que ainda permanecem ali, preservadas. Talvez por tudo isso Nengo Vieira tenha se destacado com toda sua obra de uma musicalidade tão diversa, autêntica, ao mesmo tempo regional e do mundo.Influenciado, ainda, pelos elementos da música negra, desde o blues, soul, funk, ska e rock, passando pela MPB, o que se tornou mais marcante nas composições de Nengo Vieira é a tranqüilidade, o estado etéreo de suas canções que penetram a alma e nos conforta o espírito, nos fazendo refletir sobre a pureza que há em cada coisa do mundo, mesmo quando aborda questões de cunho social; ou quando fala sobre o amor incondicional, sublime que surge antes da reflexão, antes do pensamento; nos transmitindo, sempre, uma serena alegria e um fiel compromisso com o eterno. Como todo grande artista introspectivo, Nengo Vieira, aos poucos reage contra sua timidez participando de várias apresentações memoráveis, marcadas por uma crescente empatia com um público eclético e entusiasmado, tendo inclusive trabalhado com diversos artistas como arranjador, instrumentista e compositor (algumas canções se tornaram hits como é o caso de Basta Man, Somos Libertos, Chegada), desde Edson Gomes (Fala Só de Amor), Sine Calmon (Divino e Roda Pião), Tribo de Jah (participação no disco ‘Reggae na Estrada', tocando guitarra, baixo e bateria em algumas faixas), e muitos outros, a exemplo de Novos Bárbaros, Camisa de Vênus, Zezé Mota, Chico Evangelista, Zelito Miranda, Lazzo... sendo também fundador dos Remanescentes, grupo que influenciou toda uma nova geração e que provocou uma verdadeira explosão musical na Bahia. Nengo Vieira têm se apresentado em diversos eventos em diferentes Cidades pelo Brasil, sempre muito bem acompanhado pela a Banda Tribo D'Abraão, formada por Felipe Moreno – bateria; César Matos – baixo; Carlos Mendes – Guitarra; Augusto Junior – teclados; Marco Jones – percussão; Valéria Vieira e Ana Paula – backing vocals; com eles gravou seus quatro primeiros CDs: ‘Somos Libertos' (atração fonográfica), ‘Mata Atlântica', 'Vem pro Caminho Reggar' e 'Chama' (totalmente independente, produzido e distribuído pelo Selo "Deus é Conosco". NENGO VIEIRA além de tocar e cantar assina todas as canções construindo seu espaço único no “hall” dos grandes compositores e arranjadores que se destacam pelo estilo próprio.

NENGO VIEIRA
http://rapidshare.com/files/7390518/Nengo_Vieira_-_Mata_Atl_ntica.rar.html

Nengo Vieira - Somo Libertos (1998)
http://www.4shared.com/file/14236474/939d8fd/Nengo_Vieira_-_Somos_Libertos__1998__by_freak.html?s=1

Nengo Vieira - Chama (2006)
http://www.4shared.com/file/14208848/85c73392/Nengo_Vieira_-_Chama__2006__by_freak.html?s=1

Gilberto Gil



Um dos pioneiros do reggae no Brasil,o agora também ministro da cultura Gilberto Gil,sempre se envolveu com o reggae.
O cantor e compositor Gilberto Gil começou uma turnê pela Europa para apresentar as músicas de seu mais novo álbum, Kaya n'Gan Daya, um tributo a Bob Marley. O compositor baiano, que completou 61 anos , disse que a homenagem se deve ao fato de a música de Marley ter influenciado fortemente sua carreira. Meu trabalho tem a intenção de tornar Bob Marley um clássico, como foi Gershwin, como foi Antônio Carlos Jobim”, afirmou Gil. “Já está na hora de os músicos de várias partes do mundo entenderem e valorizarem a importância de Marley.” No disco e no show, Gil canta músicas compostas pelo jamaicano ou que foram sucesso na sua voz, como No Woman No Cry, Positive Vibration e Could You Be Loved.Muitas delas estão em inglês e outras ganharam versões do próprio Gil.O repertório surpreendeu alguns dos espectadores que foram ao Barbican esperando ouvir as canções da fase tropicalista do compositor baiano. Gilberto Gil - Kaya N'gan Daya (2002)
http://rapidshare.com/files/31016103/Gilberto_Gil_-_Kaya_reggaebrazuka.blogspot.com.rar.html

Rebel Lion

Com o crescimento e popularização do Movimento Regueiro no Ceará,ficou novamente em evidencia a REBEL LION formada por Gianni Zion,aproveitando o novo espaço para shows na cidade de Fortaleza,conhecido como ´´Canto das Tribos´´que mais tarde viria a se interditado.
O Canto das Tribos,local constante de shows da Rebel Lion ,havia sendo considerado sucesso do verão Cearense estava desenvolvendo o movimento reggae na cidade,mas infelizmente fechou.
musical cearense - a banda apostou no reggae quando tudo o que se conhecia do estilo eram poucas canções do Bob Marley ou Jimmy Cliff. Com 13 anos de existencia,desde o início, a banda mostrou autenticidade, com um trabalho talvez único no Brasil, conseguindo reproduzir a sonoridade do puro “roots reggae” jamaicano. A banda tem à frente Gianni Zion, além de músico, pesquisador e colecionador de reggae há 25 anos, com três visitas à Jamaica, Londres e Nova York para pesquisar o reggae, possuindo um acervo com mais de 5 mil discos de reggae.
Durante sua trajetória, a banda já dividiu os palcos com nomes do porte de The Wailers (Banda do Bob Marley), Jimmy Cliff, Olodum, Cidade Negra, Edson Gomes, Tribo de Jah e outros nomes expressivos da música nacional, além de acompanhar os legendários Jackie Brown em shows pelo Ceará e Maranhão e Eric Donaldson, que inclusive gravaram recentemente músicas da Rebel Lion; A Rebel já exportou seu som para capitais como Recife, Salvador, São Luís, Teresina e Belém e diversas cidades do Ceará, apresentando-se em praticamente todas as casas de shows de Fortaleza; atuou ainda como convidada especial na novela Tropicaliente (Globo), no Canta Nordeste (Globo), no Festival de Camocim e outros grandes eventos. Hoje, tem seu espaço próprio, o Canto das Tribos, onde costuma atrair um público de 3 mil pessoas, um fenômeno que logo será percebido pela grande mídia, sendo a grande febre da Praia de Iracema já há um ano.Com a atual formação: Gianni Zion: teclados + vocais + composições; Gomes, Renato, Mario Soul e Bobby: vocais; Regio: bateria; Bebeto Gibson: baixo; Malakas: guitarra e André: teclados, a banda está amadurecida e iniciou a gravação do seu primeiro CD, com produção independente, previsto para o início de 2003, todo com músicas próprias que fazem uma viagem por diversos estilos de reggae, com ênfase no estilo roots original da década de 70. Apesar de rotulado como roots, o estilo da banda evita aquele enfoque do protesto pelo protesto, transformado em clichê no reggae nacional, abrindo espaço para temas que vão do romântico (Love is Free e Te Perder) à sátira social (Imigrante Clandestino), passando por temas sociais (América, Só a Gente Muda, Rebellion) e da cultura jamaicana (Wicked Babylon, Chant Dem Down e See Jah), sem dispensar temas mais conscientes de protesto (No Problem e Armageddon), inevitáveis no país em que vivemos. Cita-se também o belo tributo à Bob Marley (Lord of Freedom) e uma saudação à São Luís (Capital do Reggae). O maior sucesso da banda atualmente é “Razão de Ser”, cuja mensagem de otimismo conquistou 100% dos regueiros cearenses e o “melô do Canto das Tribos”, que há 5 anos leva a galera ao delírio. Ritmicamente, a banda evita as “levadas” extremamente pop, distantes da essência do reggae, resgatando as raízes do ritmo na sua forma mais dançante e festiva, no estilo conhecido como “Pedras de Radiola”, popular nos bailes do Maranhão, Piauí e Pará,” e que hoje vem conquistando o Brasil, influenciando bandas como a Tribo de Jah, Natiruts e diversas outras. As músicas são escritas em português, inglês e até no dialeto jamaicano, o patois, criando o verdadeiro clima do som Jamaicano. Nos shows, além das músicas próprias, são incluídas interpretações de clássicos como Bob Marley, Gregory Isaacs, Burning Spear, Jacob Miller, Gladiators e algumas pérolas desconhecidas do roots reggae jamaicano. Para conseguir a autenticidade do som, a banda conta com alguns instrumentos trazidos da Jamaica e muita pesquisa sobre a sonoridade do reggae. Maiores informações poderão ser obtidas no site www.rebellion.com.br. Rebel Lion – "O som jamaicano made in Ceará".

REBEL LION-Live at Gresse
http://rapidshare.com/files/77793373/Rebel_Lion_-_Live_at_Gresse__nao_oficial_.zip.html

Rebel Lion - Canto das Tribos (Ao Vivo)
http://rapidshare.com/files/27667492/Rebel.Lion.-.Canto.Das.Tribos.Ao.Vivo.128kbps.Rique.do.Reggae.rar

Roots Family


No final de 2005 depois de algum tempo juntos em trabalhos alternativos Ras Portuga e Mr Kuky se unem para formar a Roots Family, com o objetivo de não só criar uma banda mas propor uma alternativa criativa e inovadora de ritmos, comportamento, letras tudo que envolve um só ideal chamado Reggae Music. Mesmo com uma carreira consolida nos anos anteriores com Filosofia Reggae e Leões de Israel os dois não abriram mão de ir a frente com seus objetivos. Com uma musicalidade em harmonia com os novos tempos a Roots Family mostra um reggae envolvente, descontraído, rico em melodias e elaboradas harmonias, contando também com um trabalho social não só para o reggae mas sim de vida. Desta forma, mesmo com apenas um ano a Roots Family segue seu caminho com forte identidade, com 22 músicas dais quais 10 fazem parte do albúm "Família" que teve os shows de estréia em Dezembro de 2006, contendo letras de Amor, Protesto, Liberdade, respeito, Justiça e paz como também a critica social sem perder o feeling e a originalidade.


Roots Family - Familía (2007)
http://rapidshare.com/files/56015804/Roots_Family_-_Fam_lia.rar.html

Confrontation

Reggae de Atitude, mas também o Rock, MPB, RAP e Pop são algumas das influências da Banda Confrontation. Com três anos de existência e o primeiro cd lançado no início de 2005, "Crianças e Fuzis", com 9 faixas, vem conquistando grande público por todo Estado de São Paulo e em várias regiões do país. Suas composições tratam de temas como questões sociais, paz, amor, conscientização e respeito, que são apresentados de forma simples, sem apologias nem preconceitos. Banda paulistana formada em 2004, já dividiu palco com grandes nomes do Reggae como Natiruts, Tribo de Jah , Planta e Raiz, Edu Ribeiro e Edson Gomes, se apresentando em casas de grande porte como Estância Alto da Serra, Expresso Brasil, KVA e Kazebre Rock Bar entre outras. A banda vem se destacando também em emissoras de rádio, com suas músicas veiculadas e apresentações ao vivo em rádios de grande audiência como Jah Fm e 105 Fm. O CD "Crianças e Fuzis" de 2005 é um dos mais vendidos na principal loja de Reggae de São Paulo (Johnny B. Good), duas de suas faixas (Poesia de Jah e Já Rolou) estão inclusas em atuais coletâneas de Reggae, “Circuito Reggae vol. 7” e “As Melhores do Johnny B. Good”. Atualmente a banda se encontra em turnê nacional divulgando seu atual trabalho.

Confratetion - Crianças e Fuzis
http://www.badongo.com/file/6002679

Ahuanda

Nome do reggae alternativo carioca,o Ahuanda(orquestra sinfonica de Ahuanda reggae)a banda surgiu a partir de uma proposta de seguir com seriedade a expressão de seus pensamentos, abrangendo o auto-conhecimento, propondo justiça e direitos iguais, pois só assim conseguiriam a verdadeira paz.
A banda lançou o CD Independente (2007),com músicas como Do Sonho a Realidade,Louvai a Jah,Descaso,Cinzas ao Pó e Nagô de Ahuanda.Banda para as pessoas que curtem o reggae carioca, de qualidade e reflexão.
Apresentou-se no MOVIMENTO REGGAE SOCIAL na sua primeira edição,o projeto MOVIMENTO REGGAE SOCIAL apresentou as bandas Ahuanda,Noção Rasta, Zé Rodrigues e Quebra-Trancas, Ilha Reggae. E nos intervalos, os Djs Thiago e Felipe.
O projeto tem como objetivo principal a arrecadação de alimentos, e todos serão doados para instituições, tendo a certeza de que estaremos ajudando e colaborando para o bem-estar do quadro social da cidade.

A banda:
Jó Ventura - Voz e Skaletta
Cesar Vinicius - Guitarra e Backing Vocal
Joca Jorge - Guitarra
Osni - Teclados
Marcus dos Santos - Teclados e Backing Vocal
Paulo Cesar "PC" - Percussao
Mauricio Qpin - Baixo e Backing Vocal
Julio Cesar Diniz - Bateria

BAIXAR O CD
http://rapidshare.com/files/48045549/AHUANDA.rar

RAIZ IRREDUTÍVEL


Em 1995 no bairro do Jardim cruzeiro, cidade baixa de Salvador nasceu a banda Raiz Irredutível, admiradora do roots reggae seco. Embora forem muitas as dificuldades da época, e não ser possível se ter bons instrumentos, a presença roots era maior e levou uma galera jovem com sede de fazer reggae a pegar violões, gaiolas baldes de roupas e formar este grupo. O nome é a junção de duas fortes palavras para o reggae, Raiz “força do reggae roots” Irredutível “manter sempre o propósito, buscando sempre a evolução” é uma forma de manter sempre forte nossas idéias mantendo sim nossas raízes e nunca deixando de fazer o que gostamos, pois o reggae tem que ser feito por gosto próprio e não comercializando, e é uma pena isso acontece freqüentemente nos dias de hoje. A Raiz assim chamada pelos que curtem, é vista no cenário alternativo como uma banda ciente do seu papel social, que inicialmente não visa o materialismo, mas sim a missão de levar ao publico a, mas pura mensagem, fortalecendo a legião de irmão que também estão no mesmo propósito em passar a mensagem. O propósito da raiz não é olhar os outro de cima para baixo, e nem de baixo para cima, e sim se nivelar aos humildes, levando palavras de força libertação e esperança, aos olhos de quem não ver a situação que o mundo se encontra. Seria hipocrisia nossa daqueles que diretamente, contribuiu para o nosso crescimento, não só como músicos, e como seres humanos afinal somos todos irmãos.
Embora fossem muitas as dificuldades da época, e não ser possível se ter bons instrumentos, a presença roots era maior e levou uma galera jovem com sede de fazer reggae a pegar violões, gaiolas baldes de roupas e formar este grupo.A Raiz hoje é uma banda composta por André Souza na voz e no teclado, Marcelo Ferreira na guitarra e voz, Osmar Luiz na percussão, Sidney Souza na bateria e backing, e finalizando, Lucas Henrique no baixo e backing.


RAIZ IRREDUTÍVEL-Ensaio

http://rapidshare.com/files/44039678/Ensaio_Raiz.zip.

Kilaman & Roots controllers

Kilaman: Com esse codinome, o músico Marcio Diniz é conhecido no cenário reggae pelos diversos trabalhos realizados em estúdios e palcos ao lado de diversos artistas principalmente os envolvidos na divulgação do reggae nacional como: Mystical Roots, Manu Bantu, Afetos, Reggae Style, Leões de Israel, Dionorina, Walking Lions, Edu Sattajah, Victor Rice (USA), Butch Helemano, Rrockers, Yellow P Zulu entre outros, Kilaman também acompanhou o lendário Gregory Isaacs em sua recente turnê 2005 por todo Brasil. O projeto solo de Kilaman idealizado a quase 10 anos vem sendo lapidado ao longo desse tempo com muito carinho esforço e determinação, que agora conta com o apoio e ativa parceria, da "refinada e pesada" banda Roots Controllers, formada na periferia de São Paulo pelos músicos: Flávio Baguinho (Baixo) Marcelo Cav man (Bateria) e Hélio Nunez (Guitarra). Inspirados pelo original reggae roots, suas influências dentro do estilo são as mais pesadas possíveis, dentre elas: Mysty in Roots, Burning Spear, Midnite, Steel Pulse, Augustos Pablo, Bob Marley & The Wailers. Kilaman e Roots Controllers, tem como objetivo central contribuir com a propagação do verdadeiro groove reggae, promover o resgate da cidadania e auto-estima, através de letras que citam as dificuldades, deficiências e aspirações de uma massa menos favorecida. A aproximação entre público e artista, principalmente em comunidades e "praças" carentes, certamente contribui para a elevação do conhecimento Cultural e social das pessoas envolvidas.
Comunidade é o novo trabalho do Kilaman & Roots Controllers, a banda que conta com Kilaman nos vocais e teclado, Marcelo Cavman na bateria, Flávio Baguinho no baixo, Hélio Núnez e Dario Gabriel nas guitarras, Oswaldo Vadico nos teclados, além dos convidados André Mitsuoka no trombone e Edu Oliveira no trompete. São 10 faixas fantásticas, com um reggae diferenciado, uma pegada forte e letras que mostram a realidade do povo, entre elas, "Black Liberation", "Give Me Love", "Roots Reggae" e "Revolution", alguns destaques. Confira!
KILAMAN & ROOTS CONTROLLERS trazem um projeto ousado e criativo, determinado a romper as barreiras que limitam e excluem por falta de acesso e oportunidades. Contamos com sua força e que Jah nos guie sempre!!
Kilaman é também o atual vocalista da famosa banda paulista Leoes de Israel,substituindo o Solano Jacob....

Kilaman & Roots controllers

http://rapidshare.com/files/71761411/Kilaman___Roots_Controllers_-_Comunidade.rar

Magnific Jah


Magnific Jah é uma banda de reggae de Paranaguá,no litoral do Paraná.Emanam uma corrente de positivas vibrações a essa banda que encanta todos os amantes do reggae por onde passa.
Composta por seis integrantes, além de tocarem clássicos do reggae music Bob Marley, Peter Tosh, Israel Vibration, Midnite, Gladiadors, o grupo possui canções próprias bem conhecidas e cantadas pelos fãs. .No evento de 1º de maio deste ano, na praça 29 de julho, apresentaram-se para um público de mais de 20 mil pessoas.Suas músicas procuram passar mensagens positivas de esperança e paz, além de levar a reflexão sobre temas como racismo, discriminação e injustiças sociais. A banda gravou seu primeiro cd no início de 2006, e a festa de lançamento aconteceu no dia 28 de julho do mesmo ano, atraindo quase 1500 pessoas, público recorde para uma banda local. O cd Chaves da Nação conta com oito faixas e foi feito sem patrocínio algum, sendo produzido aqui mesmo pelo produtor musical Vando Nascimento Teve ótima aceitação e algumas músicas são executadas nas rádios locais.Seu trabalho foi muito elogiado pelo produtor Daniel Pessanha de Curitiba, produtora Áudio Digital, responsável pelas cópias e masterização do CD.A partir deste trabalho muitas portas se abriram, e hoje a banda já se apresenta nas principais casas noturnas do gênero em Curitiba e litoral: Embaixada de Zion, Só Que Resta e Hangar, Tribos Bar e Nasci Pra Isso.A banda é formada por: Elomar (vocal), Hélio (guitarra base e backing vocal), Vando (guitarra solo e backing vocal, Fabinho (contra-baixo), Edison (teclado) e Maikon (bateria).O segundo cd já começou a ser gravado e deverá ser lançado no 1º semestre de 2008.
´´Chaves da Nação´´,tem temas como Canção Para a Natureza, Chaves da Nação, É o Que Jah Nos Traz, Eu Sei, Igualdade, Invertendo Os Valores, Isso Não É Conselho Não, O Final Está Aqui, Outro Lugar, Roggando, Sistema Atual ,Sonho de Um Grande Rei e Venha Revolucionar ..


Magnific Jah - CD Chaves da Nação


terça-feira, 13 de maio de 2008

Regueiros Brasileiros


Tudo começou em 1999 quando em Vinhedo, uma cidadezinha tranqüila no interior de São Paulo, quatro amigos decidiram se juntar e montar uma banda, eram eles, Felipe (Tuba), Assef, Nelson(Jr) e Eduardo (Dudu), como toda banda começaram sem um estilo próprio tocando desde Zé Ramalho até Nirvana. Com o tempo os gostos vão se firmando e por forte influência do
reggae de Bob Marley a banda começou a surgir, nessa época foi composta a primeira música da banda pelo Tuba conhecida como Humpanóis, que fala de vivências de uma época nossa, onde costumávamos fazer Luais e cantar sons de Bob ao pé de uma fogueira e da luz da Lua. Em um breve período mais canções do Tuba e também do Jr. começaram a ser feitas e a banda hoje
possui mais de quinze músicas próprias.Atualmente a banda conta com os quatro fundadores e mais o amigo Joãozinho com o seu teclado mágico. Após quatro anos de batalhas a banda já se
apresentou com quase todos os grandes nomes do reggae nacional e seu público vem crescendo cada vez mais

Regueiros Brasileiros
http://rapidshare.com/files/34627706/Regueiros_Brasileiros__reggaebrazuka.blogspot.com_.rar

Recareggae

Formada no primeiro semestre de 2004, com objetivo inicial de apenas abrir o show do Natiruts, no Palace Cassino, a banda poços-caldense Recareggae caiu no gosto do público com seu repertório calcado em reggaes e adaptações de músicas para o ritmo jamaicano e passou a ser uma das mais requisitadas para fazer shows na cidade e região. Depois da apresentação no Palace Cassino, os convites não pararam mais. A banda também foi convidada para abrir o show de “Adão Negro” – revelação do reggae nacional - , uma apresentação para mais de duas mil pessoas que gerou crítica positiva para a banda.E com diversos pedidos do público que admira a banda, a Recareggae resolveu então gravar um demo, e no final de Abril no bar/boate Santa Rosa em Poços de Caldas-MG, foi gravado um cd ao vivo que contém 2 músicas inéditas da banda, Moça Bonita e Vamos Viajar entre outras consagradas do reggae.

Recareggae 2005

http://rapidshare.com/files/33671289/Recareggae__reggaebrazuka.blogspot.com_.rar.html

Orkut: http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=854162

segunda-feira, 12 de maio de 2008

Andread Jó


Andread Jó deu seus primeiros acordes aos 15 anos, ao passar férias na casa de um primo residente em Brasília, capital federal do Brasil. De lá para cá estudou sozinho e sem nenhuma ajuda profissional, até aprender violão e contra-baixo. Cursou Letras durante três anos, mas sua paixão falou mais alto fazendo com que trancasse a faculdade para viver de música, formando em 2001, sua primeira banda exclusivamente de reggae, Donaleda, após passar como músico e cantor por outros projetos de blues e rock. No primeiro disco, Liberdade e Libertação, Andread Jó apresenta suas composições ao público que por sua vez demonstra extrema identificação com as músicas, dando ao músico o primeiro lugar na Fm mais ouvida na sua cidade natal, Fortaleza, com a faixa “Luz de Jah”, abrindo as portas para o mercado nacional. Após grandes apresentações pelo Brasil, Andread Jó resolve seguir carreira solo e grava seu primeiro trabalho intitulado “Força”, lançado em 2005 com alguns sucessos já consagrados e outras novidades como a parceria com o cantor e compositor Eric Donaldson, consagrado jamaicano conhecido por vencer várias vezes festivais na Jamaica e por sua música, “Cherry Oh Baby”, regravada pelos Rolling Stones e a banda inglesa UB40. No ano de 2006, Andread Jó inicia sua carreira internacional a convite da Capoeira Brasil participando dos festivais e batizados da Capoeira Brasil na França e Holanda, apresentando seu trabalho e recebendo reconhecimento, o que possibilitou novos convites para retornar em 2007, onde passou novamente pela França e pela primeira vez na Itália nos meses de junho e julho, sendo muito bem recebido pelo público e profissionais da música, surgindo o convite para tocar no maior festival de Capoeira da América do Norte que acontece no mês de setembro em Los Angeles - Califórnia, organizado pelo mestre Boneco. No início de 2008 Andread Jó segue fazendo shows com sua banda de origem,Donaleda onde juntou forças novamente ficando Donaleda & Andread Jó. Em Abril será feito o lançamento oficial do disco We are One, disco já distribuído e divulgado na última Tour Européia, aberto ao público com o apoio da Prefeitura de Fortaleza e em seguida o artista segue para sua terceira turnê Européia, passando pela Suécia, Itália e França, retornando ao Brasil no dia 08 de julho. Não restam dúvidas que Andread Jó já é um dos grandes nomes do reggae brasileiro e uma realidade no mercado internacional

Andread Jó - Ao Vivo
http://rs140.rapidshare.com/files/26862928/Andread_J__-_Live__reggaebrazuka.blogspot.com_.rar

Andread Jó - Força (2005)
http://rapidshare.com/files/102383106/Andread.Jo.-.Forca.128kbps.Rique.do.Reggae.rar

Orkut:http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=1713248
http://www.myspace.com/andreadjo

http://tramavirtual.uol.com.br/artista.jsp?id=20998

Solarise



Há algum tempo eram as bandas de rock: elas surgiam por todos os cantos de Porto Alegre (de fato, continuam surgindo, felizmente). Depois algo diferente começou a acontecer: bandas de reggae começaram a pipocar pela capital gaúcha. E, ao contrário do que se poderia esperar, esse boom do reggae, em vez de vulgarizar o gênero, serviu para sedimentar e reforçar um movimento baseado na mensagem básica passada por Bob Marley, sacerdote supremo e imbatível do reggae, lá nos anos 70. Entre os nomes novos que surgiram para ratificar a posição do reggae como um dos gêneros favoritos entre toda uma nova geração, está a Solarise. O nome da banda revela o que eles realmente são.
Assim como o reggae explícito que eles fazem, seus versos falam daquele lado iluminado do ritmo suingante surgido na Jamaica. E se alguém disser que reggae lembra praia e que Porto Alegre não tem praia é porque não sabe nada da zona sul da capital gaúcha, onde surgiu a Solarise. É lá que se tem a melhor visão do clássico e fantástico por de sol porto-alegrense. Com um meio ambiente desses não é de admirar que a Solarise faça um reggae tão luminoso como pode ser comprovado nas 12 faixas do disco de estréia da banda pela Antídoto.
Mas não espere amenidade total no som da Solarise. Afinal, mesmo sendo grandes fãs do reggae de raiz e façam versos voltados para a grande curtição que é a natureza, a banda é capaz de pesar a mão ao concretizar um reggae consistente. Afinal não é a toa que, além dos grandes heróis do reggae como influências principais, eles enfileiram entre suas preferências todos os grandes nomes do rock, incluindo pesos pesados como Led Zeppelin.
E é por essa pulsação pesada de baixo e bateria e pelas guitarras consistentes que a Solarise conquista os ouvidos e os quadris da moçada, como já ficou provado nos muitos shows que eles tem feito desde que começaram, lá por 2002, quase como uma brincadeira de praia entre amigos. Desde então eles não pararam mais de compor suas canções luminosas. Essa dúzia que vem a bordo do primeiro CD da banda é só uma mostra da safra inicial.
Afinal, como eles mesmo admitem, de forma simples, sem fazeção ou pose, desde que acabaram de gravar o disco, já surgiram tantas músicas novas que um segundo disco não estaria fora de cogitação. Mas por enquanto todos nós ainda temos um bom tempo para tentarmos não ficar viciados nessas 12 faixas iniciais absolutamente ensolaradas da Solarise.


Solarise - Solarise
http://rapidshare.com/files/47505564/solarise.rar.html


Orkut: http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=152999
Site: www.solarise.com.br

E-mail: solarise@solarise.com.br
MSN: bandasolarise@hotmail.com

Arkaya


O início da banda foi como o início da maioria das bandas: grandes amigos, um violão na mão e uma idéia na cabeça. Fino (vocalista) já possuía uma música pronta, “O Som”, que foi apresentada aos amigos Clayton (guitarra base), Rael (teclado) e Dudu (percussão). Logo surgiu a idéia de montar uma banda de reggae. Para completar foram chamados Lê (guitarra solo), Guilherme (bateria) e Levi (baixo).
Assim surgiu a banda Arkaya. Os ensaios ocorriam na casa do Clayton, sempre acompanhados de amigos e parentes que já curtiam o som da banda.
Com o tempo, o baterista Guilherme foi substituido por Pato, que foi apresentado à banda por Lê.

Arkaya - Leve a Paz (2003)
http://rapidshare.com/files/102387061/Arkaya.-.Leve.a.Paz.128kbps.Rique.do.Reggae.rar

Orkut:http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=236108
Site:
www.arkaya.com.br

Salvação


Salvação

Com sete anos de estrada, a banda Salvação trabalha seu segundo CD chamado "Os Dias", lançado em fevereiro de 2002. Pessoas diferentes com objetivos comuns: reggae music, esportes e natureza. Foi assim que começou a banda SalvAÇÃO em 1996: com amigos que curtiam - e ainda curtem - as mesmas coisas. Em janeiro de 1999, veio o primeiro trabalho da banda. O CD "Altas Ondas Astrais" trouxe letras e músicas com mensagens de paz e amor, mesclando temas sociais e o cotidiano, estilo que a própria banda define como positive reggae. O álbum, totalmente independente, foi mixado e masterizado no Espirito Santo e vendeu, em dois anos, cerca de 15 mil cópias. O trabalho não fez sucesso apenas no Espírito Santo, mas também em várias partes do Brasil, como toda região Sudeste, Nordeste e Sul. "Altas Ondas Astrais" teve quase todas as músicas relançadas em coletâneas por todo o país e, sem dúvida, foi um dos CDs precursores na divulgação do potencial da música capixaba a nível nacional. Além disso, a música título foi considerada por muitos um hino do reggae atual. Três anos depois, SalvAÇÃO lança seu segundo trabalho, "Os Dias", com o mesmo estilo positive reggae de ser: um roots reggae com idéias românticas, críticas e um olhar positivo sobre a vida cotidiana. O que marcou "Os Dias" foi a participação do renomado produtor musical Thomas Gruetzmacher, responsável por trabalhos das bandas Tribo de Jah, Cajamanga, entre outras. Com a experiência e tato musical de Thomas, o resultado foi um CD com grande qualidade técnica. Neste álbum, a banda mostra um trabalho maduro, fruto de sete anos estrada. Apostando nas músicas "Como Vai Você", "Te Encontrar" e "Awauinê", SalvAÇÃO tem tudo para emplacar seus hits em rádios de todo o país. Atualmente, após algumas mudanças em sua formação, SalvAÇÃO é Rodrigo CX (voz e guitarra), Paulão Poloni (guitarra), Alex Cassani (guitarra), Pindú (teclado), DJ Gordinho (pick-ups, samplers), Léo Grijó (baixo), Claudinho (percussão) e Cláudio Manga (bateria).

Salvação - No Frio (2006)
http://rapidshare.com/files/51742753/_282006_29_No_Frio.rar
Salvação - Os Dias (2000)
http://rapidshare.com/files/51737086/_2000__Os_Dias.rar.html

Orkut:http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=146087

Site:www.bandasalvacao.com.br

Tijolada Reggae


Formado inicialmente com a intenção de divulgar os antigos clássicos do reggae, o Tijolada Reggae tocava covers de nomes consagrados como Bob Marley, Jacob Miller, Gregory Isaacs, Eric Donaldson e Albert Grifitts, enquanto adquiriam bagagem para posteriores criações próprias. Formada em Brasília em 1994, a banda é composta por Roberto do Nascimento (baixo), Daniel Baker (teclado), Hélio Franco (percussão), João Villar (bateria), Rogério Fagundes (vocal e guitarra) e Eduardo Brito (guitarra solo). Seus dois discos, “Tempo”, de 1999 e “Construção”, de 2005, tiveram boa repercussão no Planalto Central.

Tijolada Reggae - Tempo
http://rapidshare.com/files/15432814/Tijolada.Reggae.Tempo.128kbps.Rique.do.Reggae.rar

Tijolada Reggae - Construção
http://rapidshare.com/files/15425755/Tijolada.Reggae.Construcao.128kbps.Rique.do.Reggae.rar



Orkut:http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=906627

Bossa n' Marley

O álbum "Bossa n'Marley", com canções do lendário Bob Marley nas novas vozes da bossa nova do Brasil, chegou ao mercado por ocasião do 25º aniversário da morte do músico jamaicano.Nesta produção do selo PMB, as música de Marley - que morreu em 11 de maio de 1981, aos 36 anos, adquirem uma nova dimensão com as cadências da bossa nova, do eletrônico e do chill-out."Bossa n' Marley" traz 12 canções, entre as quais se destacam "No Woman No Cry", a cargo do Urban Love; "Redemption Song", interpretada pelo Amazonics; "Positive Vibration", na voz do Dual Session; "Waiting in Vain", com Ituana; e "Sun is Shining", reinterpretada pelo Trippynova.


01. Urban Love Ft. Astrud C. & Moa - No Woman No Cry
02. Sao Vicente Ft. Marlene - I Shot The Sheriff
03. Michelle Simonal - Stir It Up
04. Sawa - Get Up Stand Up
05. Dual Sessions - Positive Vibration (+mix)
06. Groove Da Praia - Is This Love
07. Trippynova - Sun Is Shining (Shiny Remix)
08. Banda Do Sul Ft. Sawa - Could You Be Loved (Bahian Roots Remix)
09. Ituana - Waiting In Vain
10. Anakelly - One Love (Caipora Mix)
11. Amazonics - Redemption Song
12. Freedom Dub - Buffalo Soldier (The Trumak Remix)
13. Bonustrack - No Woman No Cry (Radio Mix)

http://rapidshare.com/files/42441754/Bossa_N__Marley__reggaebrazuka.blogspot.com_.rar

quinta-feira, 8 de maio de 2008

Medida Salvadora


Nascida em meados do ano 2000, a banda Medida Salvadora está aí para mostrar a nova cara do Reggae nacional. Inspirada nos grandes nomes mundiais do gênero, a banda desenvolveu um estilo próprio, que apresenta com muito orgulho e vigor em todos os shows.
Contando com a mesma formação desde o início, o grupo demonstra a união necessária para alcançar seus objetivos. Sendo todos da mesma região da periferia de São Paulo, os nove integrantes tiveram que passar por verdadeiras provações para chegar onde hoje estão. Não fosse o verdadeiro amor à música, a real paixão pelo que se faz, a total entrega e dedicação de cada um, certamente não estariam trabalhando com música até hoje.
Em sua origem, os integrantes da banda tocavam covers de diversos estilos. Com o passar do tempo, o amadurecimento pessoal e musical de todos, e percebendo o talento que possuíam, os integrantes resolveram dar um passo importantíssimo para o prosseguimento de suas carreiras. Lendo um livro que tratava de Otimismo, descobriram o nome Medida Salvadora, que tinha a força e a maturidade que precisavam para uma nova fase da banda. Mudaram o nome da banda, definiram o estilo que mais tinham prazer em tocar e que mais se identificavam e começaram a trabalhar seriamente para difundir idéias de união, amor, respeito e consciência. Definiram então a missão da banda: não ser apenas mais uma, mas sim, fazer a diferença, fazer o bem, pregar apenas aspectos positivos, em outras palavras, propagar a Medida Salvadora.
Contando com a criatividade e inspiração de seus membros, as letras e melodias começaram naturalmente a aparecer. Conforme faziam shows e mostravam o seu trabalho, começaram a ser admirados e notados em todos os locais por onde passavam. Dividindo o palco com grandes nomes do reggae nacional, a banda tem recebido elogios e apoio, uma força extra para continuar no caminho certo. Sempre se aprimorando, seus músicos foram testados e aprovados pela Ordem dos Músicos do Brasil, podendo assim exercer a profissão legalmente.
É com essa nova pegada que a banda Medida Salvadora espera disseminar suas idéias para o grande público, lançando a mensagem de paz, amor, conscientização e respeito para todas as pessoas de cabeça aberta dispostas a ouvir.
E você, já tomou a sua Medida Salvadora hoje?
NÃO DESISTA, PERSISTA!

Medida Salvadora - DEMO
http://www.badongo.com/file/7396520

Orkut:
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=194946

Site: http://www.medidasalvadora.com.br/

Green Feeling


A banda Green Feeling se formou na praia de Canoa Quebrada em novembro de 2005, participando do Aniversário de 5 anos da Freedom Bar (barraca local de Reggae Roots).
Com o pensamento de evoluir no cenário do reggae cearense e nacional, os idealizadores viajaram para fortaleza em busca de parcerias para o trabalho. Dando novamente ênfase com os atuais músicos:
· Duda Sousa (baixo)
· Jefferson Braun (bateria)
· João Afonso (teclados)
· Mariano (vocal)
· Pepeu (guitarra e back vocal).
· Tchelmy (percussão)
Essa formação concretiza hoje o estilo da banda, formando seu som único, com músicas próprias caracterizando o reggae roots, dentro do cenário nacional.

Green_Feeling-something_is_wrong
http://www.4shared.com/file/4442654/65287b87/green_feeling_-_something_is_wrong.html
Green_Feeling-seja_reggae
http://www.4shared.com/file/4470905/89ad4a32/green_feeling_-_seja_reggae.html
Green_Feeling-Good_Man
http://www.4shared.com/file/7523822/4dc3e82/Green_Feeling_-_Good_Man.html


Orkut:
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=12605789
http://www.myspace.com/bandagreenfeeling

Brisa Nativa

Surge em Abril de 2007 a banda Brisa Nativa, nascida nos braços da cidade dos bons ventos. Os elementos de inspiração que contagiam a música reggae interpretada de maneira simples, vêm principalmente da natureza da nossa terra, os manguezais, as praias, os fortes ventos vindos do Leste... Nossa missão é contagiar as pessoas, purificando e as encantando com a nossa maneira de fazer música.
A banda:
Juquera - voz
Alan - guitarra
Kaio - baixo
Davi - bateria
Marlon - guitarra e voz

Brisa Nativa - Ao Vivo
http://www.badongo.com/pt/file/7584693

Orkut:
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=32894390

CONTATO: (88)8812.7804
marlonbotelho@hotmail.com

Banda Palmares

Quando se tem boas idéias podem-se realizar coisas lindas e a partir da realidade social há uma necessidade de lembrar as pessoas o verdadeiro sentido da vida. Não mais com palavras puras, mas sim com a harmonia hipnotizante da musicalidade, criando um trabalho sólido como uma montanha. PALMARES como o nome já diz, lugar onde pessoas se reuniam para resistirem. E assim cresce a união entre Gabriel, Daniele, Michael, Manuela, Fabio, Tatiane, Elder, Bruno, José jovens sendo maioria do bairro da Liberdade Salvador-Ba dispostos a resgatar essa energia da grande montanha fundida com a força musical Jamaicana, experimentando ritmos que vem do coração Rastafariano de cada integrante e letras inspiradas nas palavras do mais alto, Jah Rastafari!

Palmares - Respeito e Resistência(2008)
http://www.badongo.com/file/8560710

Orkut:
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=1709827

Batalhão De Israel


No ano de 2002 em salvador, Bahia , três garotos do bairro de brotas resolveram unir suas energias ,revoltas e humilhações para passar louvores e falar do seu cotidiano através da musica reggae.O batalhão passava então por muitas dificuldades.Foi quando com a ajuda do baterista Sergio eles gravaram um cd demo ,com GUSTAVO gravando voz, guitarra e teclado;DENISON guitarra e baixo e CRISTIANO percussão.Mais logo depois do cd eles completaram o batalhão,com o baixista ADRIANO,o baterista ANDERSON o guitarrista VINICIUS e a beck vocal MARGÔ. O batalhão tem como influencia bob marley,burning spear,steel pulse,peter tosh e muita musica reggae.Apesar das críticas sofridas por serem rastas, encontraram no caminho amigos que davam força e passavam grandes energias.O batalhão, sempre preparado para enfrentar as barreiras e dificuldades, ainda está na batalha forte,trabalhando para que tudo de certo. Então, irmãos do gueto regueiro, vamos nos unir e fazer da certo.

http://rapidshare.com/files/42608648/Batalh_o_de_Israel.rar

Playlist:
01. DEUS AMOR.
02. O BLUES DA BOHEMIA
03. LUZES HERMANESCENTES
04. HAMBRUSH
05. SEGUIDOR DE JAH
06. QUE SERÀ QUE SERÀ (CHICO BUARQUE)
07. ESSA LUZ È JESUS

Comunidades:
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=5558168
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=9302623

PRofile:
http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=9469276100363271497

Site:
http://br.geocities.com/batalhao_israel/piu.html

Liberte-se

A Banda LIBERTE-SE, formada no ano de 2002, em São Bernardo do Campo, inicialmente com quatro integrantes, apresenta hoje a formação sólida de seis músicos, entre vocal, guitarra, contra-baixo, teclado, bateria, e metais, com um repertório que resgata as origens do reggae, ora com letras recheadas de temas políticos e da atualidade, ora inspiradas em questões atemporais como a paz e a natureza. O DUB - estilo de reggae instrumental - também figura como forte influencia da banda, que tem o peso do baixo e da bateria como características marcantes.

LIBERTE-SE - CD FORÇATITUDE
http://www.zshare.net/download/liberte-se-forcatitude-zip.html

Release Completo no Profile da Banda:
http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=13578234153580481752

SITE OFICIAL: WWW.BANDALIBERTESE.COM.BR

Contato para Shows e Assessoria:

Rodrigo: (11) 7222-8000
contato@bandalibertese.com.br

quarta-feira, 7 de maio de 2008

Terra Prometida

Surgida no ano de 2003, a banda tem o intuito de divulgar a palavra de Deus e a fé no Evangelho de Cristo, não deixando nunca de reconhecer nossa condição de pecadores. Para a banda, a música necessita ter um sentido espiritual e o Reggae Music é um instrumento para a propagação da Glória de Jah.
O nome da banda faz referência à Sião ou a Nova Jerusalém, local que Deus reservou para seus filhos!
A banda é formada por: Dudulino Neves (guitarra e vocal), Naronn Macnamara (guitarra e vocal), Bruno Jacob (vocal), Renato Contaifer (baixo), Apoena Ferreira (percussão e vocal), Valéria Pinheiro(teclado) e Paulo "PC" César (bateria).

TERRA PROMETIDA
http://rapidshare.com/files/10552909/Terra_Prometida.zip.html

Contatos:
Dudulino - (61) 96534857
PC - (61) 81834099
Renato - (61) 84362802

terra.prometida@yahoo.com.br
bandaterraprometida@gmail.com

http://ubbibr.fotolog.com/terraprometida/

http://www.myspace.com/terraprometida

Glórias e louvores ao Rei dos Reis, Senhor dos Senhores, Leão conquistador da Tribo de Judá... JAH.

JESUS CRISTO VIVE E REINA!!!

Adão Negro


A banda Adão Negro surgiu em 1996 da vontade dos integrantes de produzir uma música própria em meio a um emergente movimento onde já se destacavam nomes como Edson Gomes, Lazzo, Morrão Fumegante, Nengo Vieira, entre outros. A fusão desse movimento musical com outros movimentos da música popular e, em especial, com o movimento da música alternativa, onde se destacam o Hip Hop, o Ska, o Rock e afins, acabaram por influenciar a riqueza e variedade de composições da banda Adão Negro.
O "Adão", como é carinhosamente chamado, já dividiu palco com grandes nomes do reggae internacional como: Israel Vibration, Gregory Isaacs, The Starlights , e ainda, grandes personalidades e grupos nacionais, a exemplo de, Natiruts, Tribo de Jah, Cássia Eller, Planet Hemp e Capital Inicial. O grupo já se apresentou em várias capitais do país, Brasília, São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Vitória, Aracajú, e em cidades próximas. As apresentações em São Paulo renderam o prêmio de melhor banda de reggae de 2001, promovido pela Rádio Imprensa, Circuito Universitário.
Foi o desejo crescente de ouvir as músicas da Adão Negro que fez com que "produtores fantasmas" colocassem no mercado não oficial, uma grande quantidade de Cds piratas de gravações de shows do grupo, fazendo com que a sua música circulasse em todo o estado da Bahia e até no sul do país. Isto motivou a prensagem experimental de um Cd piloto independente, também gravado ao vivo: Só Diretoria, que, superando todas as expectativas do projeto, esgotou em apenas um mês uma tiragem inicial de 2000 cópias. Hoje, o Só Diretoria, supera a marca de 20000 cópias produzidas e distribuídas de forma independente.
Atualmente, a banda Adão Negro está encerrando a turnê do disco Só Diretoria, ao mesmo tempo que está em fase de pré-produção de um novo disco, que será gravado em estúdio.
Com músicas cheias de alto astral, Adão Negro mescla a harmonia do reggae com pitadas de rock, ska e a alegria do pop de primeira qualidade, exaltando e estimulando o amor e a paz em todas as tribos.
Com Artur Cardoso (voz e teclado), Sérgio Cassiano (voz e guitarra), Marcos Guimarães (guitarra), Aurelino Fábio (bateria), Dino Cerqueira (percussão), Evangivaldo (baixo), Fabrício Pitombo (teclado), e músicas como Metal Reggae, Adão Negro, Botar Um e Novo Amanhã, eles se tornaram a banda de reggae de maior projeção no circuito alternativo do país e, hoje são a tradução do melhor reggae feito na Bahia.

Adão Negro - Só Diretoria (2003)
http://rapidshare.com/files/32957269/Adao.Negro.-.So.Diretoria.2003.128kbps.Rique.do.Reggae.rar

ADÃO NEGRO-"Vence tudo"
http://rapidshare.com/files/4620870/Ad_o_Negro_-_Vence_Tudo.zip.html

Adão Negro - Pele Negra (2007)
http://rapidshare.com/files/32972815/Adao.Negro.-.Pele.Negra.2007.128kbps.Rique.do.Reggae.rar

Orkut:
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=86522

Site: www.adaonegro.com.br


Irmandade Brasmorra


terça-feira, 6 de maio de 2008

Jah vive


Ano de 1997 na cidade de São Bernardo do Campo, da união de amigos surge a banda JAH VIVE, inspirados por grandes nomes do Reggae como Aswad, Gladiators, Steel Pulse, Third World, Peter Tosh e o rei Bob Marley. Toca um Reggae único com influências de MPB, Soul, Funk, Jazz e Rock n´ Roll.
Objetivada em alcançar todas as classes sociais, cores e crenças levando através da boa música idéias sobre a natureza, política, paz e amor. Iniciaram-se em 1997 os primeiros shows, aparecendo na cultura da região as badaladas festas de Reggae, tornando a banda JAH VIVE a pioneira da nova geração do Reggae no ABC Paulista.
Com o tempo surgiram muitas experiências, a banda JAH VIVE dividiu palco com grandes nomes da música brasileira: Natiruts, Charlie Brow Jr, Edson Gomes, Planta e Raiz, Dominguinhos, Nação Regueira, Skank, Planet Hemp entre outros. Possuindo na sua carreira shows na grande São Paulo, Interior, Litoral, em algumas unidades da rede Sesc e em outros estados, totalizando cerca de 600 shows até o final de 2007.
O Jah Vive teve grandes momentos em vários eventos notórios, tocou em grandes casas de show e já se apresentou em públicos superiores a 20.000 pessoas. Alguns veículos de comunicação como: rádio 89FM, Diário do Grande ABC, Canal Local ABC 3, Revista Fluir, Revista Hardcore já criticaram as boas composições, suas boas influências e a rica musicalidade.
No momento o JAH VIVE está divulgando o seu segundo Cd independente "SUOR & CORAGEM", gravado ao vivo no Teatro Lauro Gomes em São Bernardo, contendo 16 músicas próprias; também empenhada na gravação do Terceiro Álbum, e assim levando ao público mensagens de paz, amor e muita união por onde passa.

JAH VIVE
"Regras Do Jogo"
http://www.badongo.com/file/2582731

http://www.jahvive.com.br/

Video da musica "Amigo"
http://www.youtube.com/watch?v=UX_7EJfQtWo

Suor e Coragem
http://br.youtube.com/watch?v=pLIOlAGJ0io

Jah Vai Iluminar
http://br.youtube.com/watch?v=5HJ_mru5jZg

Alcantilado
http://br.youtube.com/watch?v=akGeJf--JNA

Deixe as coisas Acontecerem
http://br.youtube.com/watch?v=fJkvg7DUN7g

TELEFONE PARA CONTATO: 9604 9406

Principe Messias


Grupo musical liderado por Carlos "Kata" Camargo com o intuito de divulgar seu estilo musical com influencias da musica Reggae no Brasil. Seu estilo próprio de composições mostra o cotidiano e situações em que convivem.
Inicio-se ainda jovem no mundo da musica, fazendo apresentações de flauta doce na época de escola, demonstrando seus dons musicais e artísticos. Ao longo do tempo teve seu primeiro contato com o violão que por muitas noites frias nas ruas de São Paulo foi seu fiel companheiro, assim adquirindo seu estilo musical próprio com influencias do blues, soul, classic rock e o reggae.
Aos 14 anos de idade deu teve parte integrante de sua primeira banda "Lázaros Reggae" composta por amigos de escola, dessa formação pertencia também Juarez "Jah Spirit" Gomes, que vem acompanhando e ajudando em alguns trabalhos.
Após três anos, recebeu um convite para se integrar a uma outra tribo que era formada por integrantes mais velhos, assim adquirindo experiência musical de pessoas mais entendidas do que o próprio "Kata". Essa sua experiência não durou muito tempo pois "Kata" precisava mostrar suas musicas e composições retratando suas experiências nas ruas desde sua infância, foi ai então que reunindo alguns amigos do bairro surgiu uma formação começou a se identificar e criar o seu estilo próprio referindo-se sempre com louvores e novos cântigos do regorjeio divino, encontrando a sua verdadeira essência em Deus.
Essa formação veio a denominar-se como o nome de "Om Zion" que significa "Em Sião".Por motivos de afirmação musical Carlos "kata" veio a se separar do grupo levando assim suas composições e mais uma vez se reafirmando como o "Príncipe Messias”, que nessa formação conta com a presença de amigos que ajudaram muito em vários aspectos ao longo de sua carreira e sua vida pessoal. Nessa formação estão presentes Juarez "Jah Spirit" Gomes, Roberto "Beto Japa" Azeredo e Marcelo "Caveman" Pereira Ramos, que formam o time de músicos do Príncipe Messias.
O time conta sempre com participações de músicos convidados. O trabalho vem se destacando no cenário reggae, por seu estilo irreverente dentro e fora dos palcos e sua simplicidade como pessoa, pregando sempre uma de suas frases "Amor e Arte, eu acredito nisso...", influenciado por grandes artitas norte-americanos assim como: Robert Jonhosn, Jimi Hendrix, George Benson e bandas de grande sucesso jamaicanas Bob Marley, Petter Tosh e Abyssinians...
Hoje aos seus 26 anos, o "Príncipe Messias" vem atingindo de forma forte, porem sorrateira, as mentes jovens e os desvinculando dessa atual situação, movendo milhares de jovens a refletir sobre si próprio assim retirando as traves dos olhos nossos para que possamos enxergar o nosso real tamanho, tendo como objetivo principal a melhoria na educação, saúde mental e espiritual de seus fãs. O Príncipe Messias vem evoluindo e reafirmando sua identidade musical ao longo dos seus 12 anos de carreira.
O "Príncipe" vem se apresentando em diversos eventos de reggae cativando sempre o seu público jovem e respeitando sempre o estilo de vida rastafari sem falsas afirmações.

PRINCIPE MESSIAS-"Reggae raiz"
http://rapidshare.com/files/6890381/Principe_Messias.zip.html

Orkut:
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=1729397

Jahcareggae

Nascido em 1997, o grupo musical Jahcareggae aparece como promissora revelação do Reggae em Brasília, que sempre teve fama pelos artistas de Rock e que recentemente passou a ser um grande celeiro de bandas de Reggae, haja visto o sucesso de bandas como Natiruts e Maskavo.
Músicos e filhos de músicos, Raphael e Gabriel Vasconcelos e Eduardo Augusto "Dudu", uniram-se a Vera "Mam" Nehring, mãe dos dois irmãos, e juntamente com Vinícius "Da lua" e Brunno Herren, também irmãos, formam uma grande família. Fernando "Juca" juntou-se a eles somente em 2001, completando o grupo.
O Jahcareggae se destaca por suas influências originais, adquiridas após pesquisas intensas das raízes do Reggae, que começaram com o Ska, o Rythim&Blues e o RockSteady, falando de temas românticos, políticos e sociais: rítmos quentes que foram influenciados pelos Cânticos Rastas, pelo Mento e pelo Nyabinghi, passando para uma pulsação mais lenta, dando uma espécie de transe às músicas, fortificadas com influências de New Age, do Drum´Bass e do Rockers.
Esse é o Reggae do Jahcareggae que ainda recebe direta e indiretamente uma grande influência dos rítmos africanos, da MPB e da música brasileira em geral. Nossa filosofia está na certeza de que precisamos nos conscientizar para transformar esse mundo em um lugar com justiça social, sem miséria, sem racismo ou discriminação, onde todos amem uns aos outros em nome de Jah e da paz mundial.

Jahcareggae - Irie Eyes
http://rapidshare.com/files/37062977/Jahcareggae.-.Irie.Eyes.128kbps.Rique.do.Reggae.rar

Jahcareggae - Rasta
http://rapidshare.com/files/37064814/Jahcareggae.-.Rasta.128kbps.Rique.do.Reggae.rar

Jahcareggae - Ao Vivo no Marina Hall - DF (2005)
http://rapidshare.com/files/30061116/Jahcareggae_-_Ao_vivo__reggaebrazuka.blogspot.com_.rar.html

http://www.jahcareggae.com/
www.myspace.com/jahcareggaeband